Pesquisar

20 de abril de 2010

Joselia

Cora Coranina Poema Mulher

Saber Viver


Não sei... Se a vida é curta
Ou longa demais pra nós,
Mas sei que nada do que vivemos
Tem sentido, se não tocamos o coração das pessoas.

Muitas vezes basta ser:
Colo que acolhe,
Braço que envolve,
Palavra que conforta,
Silêncio que respeita,
Alegria que contagia,
Lágrima que corre,
Olhar que acarecia,
Desejo que sacia,
Amor que promove.

E isso não é coisa de outro mundo,
É o que dá sentido à vida.
É o que faz com que ela
Não seja nem curta,
Nem longa demais,
Mas que seja intensa,
Verdadeira, pura... Enquanto durar

Cora Coralina

Um comentário:

Josélia disse...

PESSOAS PORTADORAS DE DEFICIÊNCIA

A Organização das Nações Unidas (ONU) estima que 450 milhões de pessoas da terra apresentam uma forma ou outra de deficiência física ou mental. Aproximadamente 12 milhões destas são brasileiras, ou seja, uma em cada dez pessoas (10%) da população nacional. A grande maioria das pessoas deficientes mora em países em vias de desenvolvimento. Entre as causas de incapacidade em todo o mundo, estão:
Acidentes: particularmente acidentes domésticos, totalizando um mínimo de 20 milhões por ano, deixando 110.000 pessoas com deficiências permanentes.
Acidentes de Trânsito: Mais de 10 milhões feridos por ano, muitas vezes gravemente, com conseqüências que incluem amputações, ferimentos cerebrais, paraplegia e quadriplegia.
Doenças incapacitantes ainda são freqüentes: por exemplo, vinte milhões de pessoas têm Hanseníase. Incapacidades ligadas à subnutrição são muito comuns em países em desenvolvimento. Para citar só um exemplo, 250.000 crianças por ano tornam-se cegas por causa de deficiência crônica de vitaminas.
Doenças mentais: segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) uma em cada dez pessoas sofrerá durante sua vida uma forma de doença mental. Um em cada quatro de todos os leitos hospitalares do mundo são ocupados por pacientes com doença mental.
Cegueira: aproximadamente 10 a 15 milhões de pessoas no mundo.
Audição: 70 milhões de pessoas sofrem de uma deficiência significativa de audição.
Paralisia cerebral: 15 milhões.
Epilépticos: 15 milhões.
Doenças cardiovasculares: particularmente no mundo desenvolvido.
Incapacitados de guerra: o trágico e crescente resultado dos conflitos deste século.
Do total, estimado pela ONU, de portadores de deficiência temos a seguinte
distribuição:
Deficiência Mental - 5%
Deficiência Física: - 2%
Deficiência Auditiva - 1,5%
Deficiência Múltipla - 1%
Deficiência Visual - 0,5%
Lembramos que o parâmetro usado pela Organização das Nações Unidas (ONU) de 10% da população de países desenvolvidos como sendo pessoas portadoras de alguma deficiência, quando usado para países em desenvolvimento ou subdesenvolvidos chega até 25%. Daí pode-se projetar que em alguns casos, incluindo familiares e parentes, temos 50% do total da população sendo afetados pelos fatores decorrentes da deficiência; o que em última instância se reflete também no desenvolvimento do país.