Pesquisar

13 de abril de 2010

Jaimara e Nelita

JAIMARA SOUSA E NELITA ARAÚJO


Psicologia: Reflexão e Crítica
Print version ISSN 0102-7972
PINHEIRO, Maria Isabel Santos et al. Treinamento de habilidades sociais educativas para pais de crianças com problemas de comportamento. Psicol. Reflex. Crit. [online]. 2006, vol.19, n.3, pp. 407-414. ISSN 0102-7972. doi: 10.1590/S0102-79722006000300009.
Este artigo descreve um programa de Treinamento de Habilidades Sociais para pais de crianças com problemas de comportamento. O programa, com duração de 11 semanas, apresentou, por meio de passos semanais seqüenciados, princípios da análise do comportamento para a prática disciplinar não-coerciva e modelos de habilidades sociais educativas para pais, com tarefas semanais de observar o comportamento do filho, estabelecer condições de aprendizagem e desempenho de comportamentos desejáveis (empatia, seguimento de instruções, independência etc.), expressão afetiva entre outros. Participaram do programa 32 mães e dois pais, com avaliações pré e pós-intervenção por meio de questionários de auto-relato e entrevistas. Os resultados mostraram redução significativa na freqüência e severidade de comportamentos importunos e/ou indisciplinados, conforme avaliação dos pais. Concluiu-se que o enfoque de habilidades sociais educativas para pais pode contribuir positivamente para o desenvolvimento de práticas disciplinares não-coercivas junto a essa clientela.

Um comentário:

2009 será um ano de mudanças disse...

Celeste e Joselia Paixão

Na busca de algo que pudesse contribuir para o nosso aprendizado em Psicologia Social trazemos um artigo, "A Psicologia Social no Brasil: um pequeno resgate" nos chamou bastante atenção. É parte desse texto que partilhamos (eu e Joselia Paixão) agora com vocês . O artigo completo será enviado para o email da turma. Apesar de extenso, são 10 páginas, acredito que irá contribuir cada vez mais para ampliar nosso conhecimento.

“Nessa rápida trajetória da Psicologia Social que vamos traçar é imperativo saber que compreender o processo de sua construção histórica significa abrir caminhos para que seja possível aprender, questionar e transformar os princípios que fundamentam o pensamento psicológico. Uma vez que o homem se encontra em constante movimento, sua construção ocorre de forma sempre contínua, influenciado que é pelas diversas mudanças por que passa no contexto em que está inserido, sejam elas mudanças de ordem histórica, política, econômica, social ou cultural (JURBERG, 2000; KAHHALE; ANDRIANI, 2002).”